Sobre metas de leitura


Começo de ano e as famosas metas sempre aparecem nas nossas vidas, mesmo que lá no fundo a gente sabe que será difícil cumpri-las.

Ok, eu sei que Janeiro já acabou e que já entramos no segundo mês de 2015. Não parecia que era ontem que estávamos comemorando a chegada de um ano novo?

Eu não sou uma pessoa de estabelecer metas. Prefiro que as coisas aconteçam no momento certo, quando o Universo conspirar ao seu favor, e quando eu quero que alguma coisa aconteça, eu trabalho em cima. Apesar de gostar muito de planejar coisas (de chegar ao ponto de ter listas de livros lidos e filmes vistos em ordem cronológica), tem certas coisas que prefiro que não sejam planejadas. Tipo leituras. Acho muito incrível quem consegue planejar tudo o que vai ler no mês e segue aquilo certinho. Vocês podem me achar meio maluca, mas eu quando preciso escolher um livro, eu fico olhando pra eles por um tempão, até eu me decidir. Eu meio que converso com eles por telepatia. 😀

No começo desse ano, nosso amigo, Mark Zuckerberg, criador de uma das maiores redes sociais do mundo: o Facebook criou uma página chamada A Year of Books. Desafiado por seus seguidores, Mark vai tentar cumprir o desafio de ler um livro a cada 15 dias. Ou seja, 2 livros por mês, 24 livros por ano. Ele criou essa página para que todos possam acompanhar o desafio sendo cumprido e também quais títulos ele irá escolher.

O primeiro livro escolhido foi O Fim do Poder do escrito venezuelano Moisés Naim e apágina já tem mais de 70.000 curtidas! Já foram colocados mais dois livros na lista de lidos que foram: The Better Angels of our Nature de Steven Pinker e  Gang Leader For A Day  de Sudhir Venkatesh.

Você pode acompanhar tanto pela página do Facebook do projeto e também pelo site onde as pessoas podem sugerir os  livros e os titulos que já foram lidos para o projeto. Os links para as páginas estão aqui:

Facebook

Site

Será que ele vai conseguir cumprir a sua meta? E você, tem uma meta de leitura para 2015? Ano passado eu consegui ler 31 livros e queria ler 35 livros esse ano, mas como meu tempo pra leitura está menor, provavelmente eu não vou conseguir chegar a esse número. Mas não vou ficar frustrada porque o importante é ler e conhecer histórias novas.

Anúncios

Auto estima?


Auto estima: opinião ou sentimento que cada pessoa tem dela mesma.

Uma coisa que deveria ser algo fácil de lidar, mas para algumas pessoas, como eu, ainda é é muito difícil de encarar.

As pessoas sempre esperam algo de você e às vezes é difícil correspondê-las. Toda vez que me perguntam quais são suas qualidades e quais são seus pontos que devem ser melhorados, eu sempre paro e tenho que pensar. Confesso que ainda tenho um pouco de dificuldade em encontrar qualidades na minha personalidade; acabo encontrando somente defeitos, pelo menos na minha visão.

Querer exaltar os seus pontos fortes não deveria ser sinônimo de arrogância, afinal, há um grupo de pessoas que sabe do que é capaz tão claramente e que conseguem explorar isso de uma maneira benéfica.

Eu sempre busquei uma auto aceitação e algo em que eu era realmente boa. Ainda não encontrei e tenho dúvidas se vou ou não encontrar. Como disse lá em cima no texto, tenho uma dificuldade enorme de elencar quais são as minhas qualidades e isso acaba me deixando ansiosa, achando que eu não sou boa em nada.

Não é um papo de gente “emo”esse, por mais que pareça, mas é que atualmente eu ando me questionando sobre várias coisas e fico pensando se eu não correr atrás do que eu acho certo ou seguro, qual outro caminho seguir? Não tenho a menor ideia e isso que acaba deixando a minha auto estima cada vez mais baixa.

Acredito muito na ideia de que o universo sempre conspira ao seu favor e espero que ele me dê a resposta de que tanto preciso, ou pelo menos qual caminho seguir. Quero provar pra minha auto estima de que eu consigo e de que eu sou capaz. E também provar pra ela que por mais difícil que seja o momento que você esteja passando, ele vai passar. Redundante, eu sei. Mas se você não confiar em você, quem vai?

Às vezes, as coisas demoram pra acontecer porque a vida quer te ensinar uma lição ou te mostrar coisas que ela não teria a oportunidade de mostrar se você tivesse optado por outro caminho. A vida tenta te preparar da melhor maneira possível pros acontecimentos da sua vida. Cabe a você escolher qual caminho seguir, qual escolha fazer e com quem você quer seguir essa sequencia de capítulos de um livro que é a sua vida.

Foi mais um desabafo, mas acho que era necessário tentar traduzir em palavras o que eu andava pensando.

Say My Name – Sobre Breaking Bad


cast3

Confesso que comecei a assistir a série por pura curiosidade. Ouvia muita gente falar bem dela e queria saber o que ela tinha de tão especial.

E descobri.

Breaking Bad é mais do que a história de um professor de química que descobre um câncer no pulmão e que começa a produzir metanfetamina para garantir o futuro de seus filhos. É a história de como a formação de um império e como isso pode mexer com a cabeça da pessoa.

cast

É uma daquelas séries que você torce pelo “vilão” da história ( e nisso, estou considerando o Walter o vilão ), uma vez que não há personagens completamente bons ou ruins. E acho isso bem real não é?

E uma coisa que eu notei desde o primeiro episódio, foi que a história é tão bem amarrada, com personagens tão bem construídos, que no final você sabe o que vai acontecer com os personagens, mas não sabe como e em quais circunstâncias. Achei demais!

A série é tão completa e complexa que em quase todo episódio existe uma curiosidade tanto com o nome do episódio quanto com objetos e cores utilizados. Fiquei louca tentando não deixar passar nada durante os episódios finais da quinta temporada.

E eu não sei vocês, mas eu tive vários momentos de amor e ódio com todos os personagens. Bryan Cranston e Aaron Paul têm uma química muito boa (literalmente) em cena o que certamente contribuiu com o sucesso da série.

cast2

E se você decidir assistir essa série, vai parecer nas 3 primeiras temporadas que a série não anda e tudo acontece muito devagar. Mas se você quiser seguir um conselho meu, faça um esforço e assista essa série até o final. Vale MUITO a pena ver como termina a história de Walter White (ou Heisenberg, como preferir).

Se você ainda está em dúvida sobre assistir ou não, recomendo mil vezes. É uma daquelas séries que vai fazer você ficar pensando nela por dias e dias. Eu confesso que ainda não superei o final e já morro de saudades do Walter e Jesse.