They’ve dreamed a dream – Os Miseráveis

Image

Um dia antes de ir ao cinema para ir assistir Os Miseráveis, ou Les Mis para os mais íntimos, eu descobri que o filme inteiro não possui falas comuns. Todas as falas são cantadas, com algumas raras excessões. Achei que ia atrapalhar um pouco na compreensão, mas estava completamente errada. 

O filme foi a melhor surpresa e um dos melhores filmes que eu já vi na minha vida! Sem exageros. As falas cantadas te fazem ficar presa dentro da história e acho que você acaba entendendo mais facilmente a história e o sentimento dos personagens diante daquela situação. 

Bom, mas e a história? Os Miseráveis conta a história de Jean Valjean (Hugh Jackman) que é um prisioneiro cujo crime foi roubar um pão para poder alimentar sua família. Ele é solto porém, precisa carregar uma carta consigo, sendo esse seu único documento, falando que ele era um ex preso, que logicamente fecharia muitas portas para ele. Sem falar no inspetor Javert (Russell Crowe) que não engole essa liberação de Jean. Jean tenta correr atrás do tempo perdido e algum tempo depois, vira prefeito de uma cidade. Uma das moradoras da cidade é Fantine (Anne Hathaway), uma moça que tem que trabalhar muito para poder sustentar sua filha Cosette que está em um hotel com Madame e Monsieur Thenardier (Helena Bonhan Carter – para mim a eterna Belatrix Lestrange de Harry Potter-  e Sacha Baron Cohen). 

Image

Fantine tem tuberculose e deixa a tarefa a Jean Valjean de cuidar de sua filha o quanto puder. E ele vai tentar cumprir essa promessa. 

 

Não vou tentar resumir aqui um filme com quase 3 horas de duração. Seria impossível e não faria jus a beleza, qualidade e emoção que o filme te passa a cada cena. 

Confesso que achei que iria chorar mais do que chorei (porque quem me conhece sabe que eu quase não choro né?! ), mas teve uma cena especial que não consegui me segurar: Fantine cantando I Dreamed a Dream. É aquela música que levou a Susan Boyle a fama e talz. A letra da música me emociona toda vez que eu ouço. Incrível. 

Vale lembrar que Os Miseráveis é uma adaptação do romance escrito por Victor Hugo e que agora eu vou ter que comprar para poder ler. 🙂

Outra curiosidade do filme é que todas as músicas e falas foram cantadas ao vivo, no momento da gravação da cena. Ou seja, nada de playback minha gente! 

Agora, como Gleek que sou, n!ao poderia deixar de citar que a série favorita desse blog já cantou algumas músicas do musical. 

Rachel Berry cantou “On my Own” láááá no primeiro capítulo na primeira temporada para as Audições para formar o Glee club.( quando ela ainda era bacana, porque vamos confessar que nessa quarta temporada não temos nem vestigio da Rachel do colégio..) 

A mesma Rachel Berry cantou com a sua mamãe Shelby “I Dreamed a Dream” e essa música pra mim, está no top 3 do musical. 

E acho que a ultima música que eles cantaram do musical foi em um episodio dessa quarta temporada de Glee que foi em um duelo  Rachel x Kurt que foi “Brign him Home” e que eu achei fantástica. 

 

Bom, mas e vocês assistiram o filme? É digno de ganhar uma estatueta no Oscar?

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s